terça-feira, 11 de agosto de 2009

Bebê paraguaio




Um bebê prematuro que havia sido declarado morto,foi encontrado vivo dentro de uma caixa em seu velório.
Após a declaração da suposta morte a família recebeu uma caixa com o recém nascido, e a certidão de óbito,documento no qual o bebê foi registrado como Angela Rossana Caceres.
Segundo o pai Jose Alvarenga,a família descobriu que o bebê estava vivo depois de ouvir um choro vindo da caixa em que estava o "corpo".
"Eu abri a caixa, tirei o bebê de dentro e ele começou a chorar"-tia do menino, Liliana Alvarenga. "Eu fiquei assustada e disse o bebê está chorando, ele está chorando"
Foi ai que a família descobriu que a criança estava viva e era um MENINO.
O bebê (agora menino) está unidade de terapia intensiva do mesmo hospital onde nasceu,e de acordo com os médicos sua condição de saúde é estável.
O chefe da unidade de pediatria do hospital, Ernesto Weber,declarou que o médico não havia checado os sinais vitais do bebê de forma apropriada (Ah vá!).E ainda afirmou que será aberta uma investigação do caso.
Aida Notario,médica da maternidade do tal hospital disse que enfermeiros e médicos tentaram ressuscitar o bebê por uma hora antes de declará-lo morto (Vejam que trabalho bem feito).
"O pulso dele estava tão baixo que não podia ser detectado", disse Notario.(Se ela ouviu o pulso baixo,como declarou o bebê morto?Fica a pergunta).

Essa é uma boa notícia pra quem insiste em comprar produtos paraguaios,quem sabe aquele "Ipod" que você comprou no camêlo não ressuscita também?

2 comentários:

bruna vollet 11 de agosto de 2009 13:56  

essa com certeza será uma criança traumatizada, com um álibi muito bom para ser gay e ter tendências de emo.

ma_fofuxinha 12 de agosto de 2009 13:38  

nao... o melhor de tudo é que registraram a criança como sendo uma menina! Será que os pais nao viram que tinha algo no meio das perna do bebe? eu hein!

  © 2008-2009 SemTosquices

^